Após 15 anos, um ciclista húngaro vence o Tour de Hongrie

cycling, rider, sport

A mais importante competição de ciclismo da Hungria com duração de cinco dias foi realizada este ano excepcionalmente no final do verão depois de ser adiada de maio devido à nova epidemia de coronavírus.

O Tour de Hongrie foi organizado pela primeira vez em 1925, nove décadas atrás, em 27 de junho e os pilotos deixaram o Hotel Gellért em Budapeste. A rota de 510,5 km do primeiro ‘Tour de France húngaro’ foi Budapeste-Győr-Szombathely-Budapeste, concluída por Károly Jerzsabek em 22 horas e 10 minutos.

Desde então, várias rotas foram atribuídas, sendo a mais longa delas 1.393 km. O último húngaro a vencer foi Tamás Lengyel, em 2005. Este ano, a rota da competição foi traçada pelas cidades de Debrecen, Hajdúszoboszló, Karcag, Nyíregyháza, Sárospatak, Kazincbarcika, Miskolc, Gyöngyös e Esztergom.

Depois de uma emocionante última etapa terminando em Kékes, o cume mais alto da Hungria, Attila Valter conquistou a vitória no 41º Tour de Hongrie, o primeiro ciclista húngaro a conseguir isso nos últimos 15 anos.

Com sua excelente finalização, Valter conseguiu vencer dois de seus rivais em Kékes. Com isso, além de conquistar a camisa dourada, e é claro, também ganhou a camisa branca, por se destacar como o melhor húngaro da competição.

Deixe uma resposta