Conheça os segredos do vinho mais famoso da Hungria – Tokaj aszú

wine glasses, drinks, sunrise

O mais famoso vinho húngaro, Tokaj Aszú, é uma categoria de vinho única no mundo, graças a região vinícola de Tokaj com seu microclima e características geográficas especiais.

A região de Tokaj Aszú fica localizada entre dois rios, Bodrog e Tisza, e durante o outono as vinícolas são envoltas em um nevoeiro matinal, seguido de tempo seco durante o dia, criando um microclima propício ao desenvolvimento do Botrytis Cinerea, vulgo “podridão nobre”, que penetra na casca das uvas sãs e maduras, iniciando o processo de “Aszúsodás”.

A colheita manual destas uvas não é tão incomum no mundo da vinicultura, mas a colheita do Aszú está em um nível totalmente diferente, as uvas de Aszú nos cachos são desiguais e maturam por um período mais longo, portanto, a colheita de Aszú é um projeto longo e trabalhoso.

Os trabalhadores passam as manhãs geladas de novembro selecionando e colhendo uvas de Aszú, uma a uma dos cachos, com muita atenção para não colher e colocar frutas estragadas ou com vinagre nas cestas, pois elas podem estragar toda a safra.

Pela complexidade de detalhes da colheita, mesmo os vinicultores mais experientes não conseguem colher mais do que 6 ou 7 kg por dia, então você pode imaginar como suas habilidades são preciosas.

Com o seu elevado teor de açúcar residual, o Tokaj Aszú é um excelente vinho de sobremesa, mas também é um acompanhamento perfeito para combinações de comida clássica que incluem foie gras ou queijos fortes e saborosos como stilton ou roquefort.

Qualquer prato de frango, pato ou faisão feito com alguma fruta, provavelmente funcionará bem com Aszús e até mesmo vegetais com tons doces – como abóbora, batata-doce ou cenoura – são bons resultados. Não é à-toa que o Aszú é tão popular na Ásia, pois é perfeito para acompanhar seus pratos doces e picantes.

Vale ressaltar que o Aszú é mais que um vinho doce. Um dos maiores vinhos do mundo, o aszú expressa o terroir especial da região vinícola de Tokaj e também a tecnologia única desenvolvida há séculos que não é praticada em nenhuma outra parte do mundo.

A incrível complexidade dos seus aromas, a vibrante acidez que contrapõe o elevado açúcar residual e, quando mantida em boas condições, a sua extrema longevidade – recentemente foram abertas garrafas datadas de 1956, e um requintado Aszú de 1848 – tudo contribui para uma experiência de vinho inesquecível. Não tenha medo de descobrir sua grandeza!

Este vinho fabuloso e extraordinário merece um dia especial. O “Dia de Aszú” é comemorado no dia 10 de dezembro de cada ano, não apenas em sua terra natal, mas em todo o mundo. É algo que podemos nos orgulhar, então vamos comemorar abrindo uma garrafa de Aszú neste dia!

E se você também for abrir uma garrafa de Aszú no dia 10 de dezembro ou na época das festas de fim de ano, use a hashtag #KoccintsAszuval para compartilhar a experiência.

Deixe uma resposta