Diminuição na curva de declínio populacional húngara no primeiro semestre de 2020

family bonding during quarantine

O declínio da população da Hungria diminuiu nos primeiros seis meses do ano, com o aumento de nascimentos e a queda de mortes. A taxa húngara de fertilidade total estimada era de 1,5, ante 1,41 um ano antes. Também houve nesse período um aumento de 11% no número de casamentos na Hungria.

Os números mostram que houveram 44.250 nascimentos entre janeiro e junho, enquanto o número de mortes foi de 64.302. O número de nascimentos aumentou em 5,5% e o número de mortes, mesmo com a pandemia do coronavírus, curiosamente diminuiu também os mesmos 5,5%, isso significa que a taxa de declínio da população natural caiu 23% em comparação com o mesmo período do ano passado.

Isso se deve aos esforços do governo húngaro promovendo diversos incentivos fiscais para que jovens casais tenham mais filhos, porém mesmo com a perspectiva otimista dos novos dados, o número de nascimentos ainda não superou o numero de mortes.

Deixe uma resposta