Grande parte da poluição na Hungria é causada por famílias que queimam resíduos

fire, hot, light

A queima de resíduos domésticos e de jardins por famílias em suas residências causa grande parte da poluição do ar da Hungria, disse uma autoridade do governo na segunda-feira.

A baixa qualidade do ar causada por uma alta concentração de partículas de poeira foi relatada em várias cidades durante o fim de semana, disse András Rácz, secretário de Estado do Meio Ambiente do Ministério da Agricultura, em entrevista coletiva.

Uma pesquisa de opinião pública realizada no ano passado mostrou que as pessoas acreditam que a maior parte da poluição do ar na Hungria é causada principalmente pela indústria e pelos meios de transportes, disse Rácz, mas de fato, esses fatores poluentes são responsável apenas por cerca de 25% da poluição, e são as queimadas familiares que estão realmente causando a maior parte da poluição, disse ele. Cerca de 14% dos entrevistados “admitiram” que haviam queimado resíduos, acrescentou.

Esta mesma pesquisa de opinião pública também revelou que um quarto da população acredita que a poluição do ar é o maior problema ambiental da Hungria, e é por isso que o governo lançou a campanha “Fűts okosan!” (http://www.futsokosankampany.hu/), distribuindo informações sobre maneiras de manter os custos de aquecimento sob controle, incluindo métodos corretos de queima, e aqueles que ainda usam carvão em suas residências são aconselhados trocar o método de aquecimento por ser prejudicial para a própria saúde.

Rácz disse que a Hungria tem a infraestrutura certa para monitorar a qualidade do ar, com 54 pontos de medição fixos em 32 cidades. Além disso, medições são feitas em 138 pontos regularmente por 12 estações móveis, acrescentou.

Deixe uma resposta