Hungria terá uma pista de MotoGP até 2023

marc marquez, jorge lorenzo, dani pedrosa

A Hungria construirá uma pista moderna, multifuncional e economicamente operacional perto de Hajdúnánás, no leste da Hungria.

De acordo com o ministro da Inovação e Tecnologia, László Palkovics, a nova pista vai sediar a principal classe mundial de corrida de motos, o MotoGP. O acordo com o detentor dos direitos do MotoGP, a Dorna Sports, é de oito anos, o que significa que a primeira corrida no novo circuito húngaro será realizada já em 2023.

László Palkovics disse que o investimento inclui a construção de instalações de serviço, um centro de treinamento, um centro de conferências, e um hotel, em um custo estimado de HUF 65 bilhões (€ 186 milhões). A pista húngara será como nenhuma outra e, além de eventos esportivos, o treinamento em segurança nas estradas também pode ser realizado no circuito.

O MotoGP é atualmente o quarto evento esportivo mais assistido do mundo, e há 20 corridas em um único ano, que em breve aumentará para 22, e a pista húngara fará parte dele. A nova pista de MotoGP estará localizada perto de Hajdúnánás, no centro do triângulo Debrecen-Miskolc-Nyíregyháza e contribuirá significativamente para o desenvolvimento econômico e turístico da região.

Quando a pista estiver pronta, a Hungria poderá adicionar outra renomada competição mundial à infinidade de eventos que o país realiza todos os anos. Esse investimento não afetará apenas a Hungria, mas também outros países vizinhos, pois agora, o MotoGP se tornará mais facilmente acessível para os fãs da Romênia, Ucrânia e Eslováquia.

Deixe uma resposta