Restrições de viagens: estações de esqui húngaras podem ter um grande aumento na rotatividade este ano

skis, ski slope, sports

O primeiro-ministro Viktor Orbán disse há algumas semanas que nenhum húngaro deve organizar viagens de esqui para outros países este ano, sob o argumento de que a pandemia de coronavírus deve ter outro pico nos meses de inverno. Mesmo que o comunicado tenha sido apenas uma recomendação, suas palavras já apresentam um grande impacto para o turismo de inverno.

Com isso, as estações de esqui húngaras vão ter um grande aumento na rotatividade este ano, porém, as pessoas que trabalham no turismo de inverno em outros países como a Itália e a Áustria podem se encontrar em uma situação complicada.

Muitos funcionários, tanto estudantes como adultos, deixam a Hungria durante o inverno para trabalhar nas estações de esqui da Áustria, Itália e Eslováquia. Para eles, a sugestão de Orbán pode vir como um golpe doloroso.

Mas também há um lado bom no anúncio do primeiro-ministro. Pode trazer uma mudança positiva para as estações de esqui domésticas que até agora tiveram um movimento mínimo. Muitos desses estabelecimentos estão em uma situação financeira difícil, portanto, as restrições às viagens podem realmente salvar seus negócios.

Embora a Hungria esteja em uma posição de sorte para a vizinhança de estações de esqui nos Alpes e nas Montanhas Tatra, há muitos locais excelentes para os amantes dos esportes de inverno no país também, como Eplény, Bánkút, Kékestető e Dobogókő.

Assista ao vídeo abaixo para conhecer a lista de todas as estações de esqui da Hungria!

Deixe uma resposta